O acto teve lugar hoje, dia 17 de Outubro corrente, na província de Nampula, distrito de Mogovolas, e foi dirigido pela Esposa do Presidente da República de Moçambique, Dra Isaura Nyusi. A iniciativa provém do Gabinete da Primeira-Dama da República de Moçambique que visa consciencializar e mobilizar toda a sociedade moçambicana, em particular às gestantes, mães e cuidadoras, privilegiando as mulheres rurais no âmbito da Campanha de Educação Nutricional “CRESCER BEM”. 

O lançamento ocorre num momento em que os dados reportam uma redução, nos últimos 5 anos, dos índices de desnutrição crónica no país, de 43% para 38% em crianças com menos de 5 anos de idade. Testemunharam o acto, o Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia; do Género, Criança e Acção Social, Nyeleti Mondlane; quadros do Gabinete da Esposa do Presidente da República; Secretário de Estado em Nampula; Governador da Província; parceiros e distintos convidados.

 

 

O facto decorre hoje, dia 20 de Abril corrente, na cidade de Maputo, e a abertura do evento foi dirigida por Sua Excelência Olegário Banze, Vice-Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Na ocasião, o dirigente deixou saber que o PROMER, iniciou com as suas actividades em 2009, com foco no agro-negócio, intervindo em 15 distritos do nosso país, concretamente nas províncias do Niassa, Cabo Delgado, Nampula e Zambézia, cuja selecção obedeceu a vários critérios, desde a sua localização geográfica; o seu potencial em termos de contribuição econômica para o corredor de desenvolvimento de Nacala e a necessidade de consolidação de experiências anteriores.

Num outro momento, o governante avançou que a iniciativa é do Governo de Moçambique, apoiada pelo IFAD e a União Europeia, orçada em cerca de 75 milhões de USD e tinha como objectivo geral, melhorar a vida das famílias rurais através de apoio aos pequenos agricultores na comercialização de seus excedentes de forma mais lucrativa, melhorando deste modo a sua renda e consequente melhoria das condições de vida.

“Para a concretização desse objectivo, o PROMER interveio em acções de desenvolvimento de intermediários de mercado e de cadeias de valor orientadas para o empreendedorismo; promoção do gênero, educação funcional e nutricional, para além do apoio institucional a todos níveis”, frisou o Vice-Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural.